A dieta da mãe influencia os gatinhos?

Segundo pesquisa científica do laboratório de etologia experimental e comparada da Universidade Paris 13 publicada no Journal of Veterinary Behavior em dezembro de 2012.

Captura de Tela 2013-07-14 às 15.00.26

Animais jovens, quando ainda estão no útero, experienciam um ambiente sensorial que pode modular comportamentos pós natais. Durante a lactação os filhotes aprendem e coletam informações sobre alimentos adequados através da dieta da mãe. Para compreenderem melhor como se desenvolvem as preferências alimentares em gatos, os pesquisadores investigaram os efeitos pré e pós natal das primeiras vivências olfato-gustativa (no útero da mãe) nas escolhas ao nascer e na seleção de dieta após o desmame.

Em um primeiro experimento eles examinaram como a exposição pré natal (25 dias pré parto) ao sabor de queijo. A dieta da mãe influencia os gatinhos nas preferências olfatórias de gatinhos recém nascidos. Durante um teste de duas escolhas (eram dadas duas opções de alimentos), gatinhos de duas semanas se moveram primeiro para o odor do queijo do que para o odor de alimento para animais de companhia. O grupo controle, em que as mães não tiveram contato com odor e dieta de queijo, a escolha dos filhotes foi aleatória, ou seja, não apresentou diferença significativa para uma das duas opções.

Em um segundo experimento foi testado o papel da exposição pré e pós natal (desde 25 dias antes do nascimento até 23 dias após o nascimento) ao sabor de queijo na futura escolha alimentar de gatinhos desmamados. Gatinhos de 45 dias, expostos ao sabor de queijo através da dieta da mãe quando ainda estavam no útero e no período pós natal (através do leite materno), se orientavam antes para a opção de alimento de frango suplementado com sabor de queijo do que a opção de frango suplementado com sabor de ração animal tradicional, e também comiam maior quantidade da opção com sabor de queijo do que com sabor de ração animal. O grupo controle deste segundo experimento, em que a mãe não recebeu exposição pré e pós natal ao sabor de queijo, não apresentou preferência para uma das duas opções de alimento.

Assim, este experimento indica que a exposição olfato-gustativa pré e pós natal dos filhotes através da dieta da mãe influencia as futuras preferências olfativas e de alimentos nos gatos, sugerindo que a aprendizagem precoce pode ter um forte impacto na seleção de alimentos no desmame, um período muito sensível.

Dados completos do artigo científico:

THE MOTHER’S DIET INFLUENCES FOOD CHOICE MADE BY NEWBORN AND EIGHT-WEEK-OLD KITTENS. A. Becques1,2,*, C. Larose2, P. Gouat1, J. Serra1. Laboratoire d’Ethologie Experimentales et Comparee, University of Paris 13, Avenue JB Clement, 93430 Villetaneuse, FranceSPF e Diana, ZA du Gohelis, 56250 Elven, France. Journal of Veterinary Behavior, Vol 7, No 6, November/December 2012.


Temos uma equipe pronta para te ajudar, nos conte mais sobre o seu pet 🐶🐱

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Seu telefone

 Dog Walker (Passeio) Pet Sitter (Visita) Hospedagem familiar

Nos conte mais sobre seu peludo

Comente com Facebook
0 Comments

Leave a Comment