DURANTE BRINCADEIRAS OS CÃES SE COMUNICAM EXAGERANDO SEU TAMANHO!

Cães se comunicam com outros cães de maneira diferente dependendo se estão protegendo seu alimento ou se estão apenas brincando tranquilamente. Este foi o tema de um estudo recente, (interessantíssimo!) publicado em setembro de 2013 na revista Applied Animal Behavior Science por cientistas da Eötvös Loránd University em Budapeste, Hungria.

Enquanto ouviam uma gravação de vocalizações de outros cães, os cães testados no experimento podiam escolher olhar para duas fotos de cães – de um cão com tamanho correspondente ao latido, ou não. Assim uma das fotos combinava com o rosnado, refletindo o tamanho do trato vocal do cachorro que rosnou, e a outra foto não combinava com o rosnado, pois o cão era maior ou menor do que o animal que teve o rosnado gravado.
Ou seja, através do paradigma da correspondência cross-modal, os cientistas testaram se cães preferiam olhar para a foto de um cão com o tamanho correspondente à vocalização, quando eram oferecidas duas figuras de cães de diferentes tamanhos projetadas concomitantemente ao som de um cão brincando ou em situação de proteção de alimento.

A partir dos dados coletados os cientistas encontraram que quando os cães ouviam o rosnado de proteção da comida eles focavam na imagem cujo tamanho do cão era proporcional ao rosnado. Quando ouviam o rosnado de brincadeira, porém, eles focavam muito mais na imagem que representava um cão maior, mesmo quando o rosnado era feito por um cão pequeno.

Segundo os cientistas, durante brincadeiras os cães provavelmente comunicam aos outros cães um tamanho de corpo exagerado, maior do que o corpo real. Já quando a situação não é de brincadeira mas sim de proteção de um recurso importante como alimento, que é uma situação de risco, a vocalização corresponde ao tamanho real do cão, afinal não é momento para brincadeiras!

A sugestão dos pesquisadores é de que isso deve auxiliar na manutenção e intensificação da brincadeira entre cães. Um cão pequeno, por exemplo, rosnando como se estivesse dizendo “Eu sou um cão muito grande!” durante brincadeiras, sabe que o outro cão, que pode ver o seu tamanho real, reconhece que o tal Beagle “falando” que é muito grande na verdade está fazendo uma brincadeirinha – “afinal ele não é grande nada, eu estou vendo ele e ele é um Beagle!” – diria a outro cão.

Cães provavelmente usam os rosnados “falsos” da mesma maneira que também fazem muitos outros movimentos corporais exagerados durante brincadeiras: como uma maneira de assegurar que toda essa brincadeira cheia de trambolhões, tombos, movimentos bruscos, vocalizações e confusão… na verdade não passa de uma brincadeira!

E então… Vamos deixar nossos cães brincarem e expressarem sua natureza?

Artigo escrito pela Dra Dra. Carolina Rocha – Especialista em Comportamento Animal e EQUIPE.

Ao reproduzir o conteúdo, por favor, citar a fonte.
Obrigada!

www.carolinarocha.com.br


Temos uma equipe pronta para te ajudar, nos conte mais sobre o seu pet 🐶🐱

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Seu telefone

 Dog Walker (Passeio) Pet Sitter (Visita) Hospedagem familiar

Nos conte mais sobre seu peludo

Comente com Facebook
0 Comments

Leave a Comment