Forma de gelo: um brinquedo alternativo para gatos

brinquedo alternativo para gatos

 Captura de Tela 2013-07-02 às 16.08.58

 

 

POR QUE uma forma de gelo pode se tornar um brinquedo alternativo para gatos??

Os animais são seres conscientes e precisam de atividades, assim como nós! Para qualquer gato esse tipo de brinquedo é muito interessante pois eles precisam constantemente de estimulação física e mental. Pode ser ainda mais interessante para gatos com sobrepeso, já que fará com que eles se movam mais e comam mais devagar. E para gatos com muita energia, é mais um meio de mantê-los ativos e ocupados.

Qualquer objeto que requisite do animal alguma manipulação para que consiga o alimento pode se tornar um brinquedo “quebra-cabeça”, mantendo-o estimulado mesmo sem o tutor estar em casa.

A forma de gelo, é uma ótima opção por ser de baixo custo, fácil acesso (compra-se em qualquer mercadinho e todo mundo tem uma forminha em casa, né?!) e de fácil higienização!

 

COMO uma forma de gelo pode se tornar um brinquedo alternativo para gatos??

Você poderá, ao invés de servir o alimento do animal em um potinho comum, servir na forma de gelo. Seja alimento seco ou úmido: na hora da refeição tente colocar pequenas partes do alimento nos buracos da forma, fazendo com que o animal tenha que retirá-lo com a pata para então poder almoçar.

Além disso, você pode colocar a forma em lugares diferentes a cada dia e também escondê-la em diferentes locais da moradia, fazendo com que ele tenha que procurá-la para acessar o alimento – uma espécie de caça ao tesouro.

Então, quando o animal já estiver se acostumando a essa nova experiência alimentar, você poderá aumentar a dificuldade, adicionando “tampinhas” de papelão em cima do alimento, para que ele tenha que levantar a tampa para poder comer; adicionando palha grossa em cima do alimento, etc… Você poderá também colocar a forma de gelo dentro de uma caixa de papelão e criar uma trilha de alimentos até ela.

 

Porém, tenha MUITO cuidado ao selecionar os materiais que serão os “dificultores” de acesso ao alimento para que o animal não os coma! Portanto, escolha materiais que sejam grandes, de fibras grossas, sem cheiro, não muito coloridos, etc…

 

* Este texto foi escrito pela médica veterinária Carolina Rocha. Se quiser divulga-lo, por favor, não altere qualquer conteúdo do texto e inclua a autora do texto. Qualquer dúvida entre em contato por e-mail ou deixe um comentário. *


Temos uma equipe pronta para te ajudar, nos conte mais sobre o seu pet 🐶🐱

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Seu telefone

 Dog Walker (Passeio) Pet Sitter (Visita) Hospedagem familiar

Nos conte mais sobre seu peludo

Comente com Facebook
0 Comments

Leave a Comment