Mars investe em serviços pet na América Latina, unindo players de Brasil, México e Argentina

A mexicana Cuida Mi Mascota traz sua expertise nas áreas de tecnologia e marketing e a brasileira Pet Anjo na segurança, cuidados e certificados de qualidade

A Mars, maior empresa de alimentos para animais de estimação do mundo (dona das marcas marcas de rações como Pedigree, Royal Canin e Whiskas), agora mira o mercado de serviços na América Latina, firmando acordo com a Cuida Mi Mascota, líder no mercado mexicano, e com a Pet Anjo, player de sucesso no Brasil. Acreditando na fusão dessas empresas, a gigante fez um investimento inicial, e tem a pretensão de crescimento de 200% anualmente, durante os próximos cinco anos.

Com cerca de 30 milhões de animais de estimação no México, a Cuida Mi Mascota se apresenta como a principal plataforma de serviços pet do país. São 2 mil anfitriões e 700 dogwalkers em trabalho direto nas atividades de hospedagem domiciliar, dog walking e agora, telemedicina. A Pet Anjo, por sua vez, conta com mais de 3 mil Anjos e chega a 200 mil serviços oferecidos no Brasil.

O objetivo da fusão é expandir a atuação das empresas para toda a América Latina, dobrando o tamanho no ano de 2019. “A atuação da organização a partir de agora, vai focar estrategicamente em melhorar todos os nossos serviços, unindo forças para nos destacarmos ainda mais no segmento. Vamos direcionar as iniciativas de trabalho para a junção de qualidade e tecnologia”, afirma Carolina Rocha, médica veterinária e fundadora da Pet Anjo.

O desenvolvimento de tecnologias para garantir uma experiência de atendimento ainda mais robusta para os clientes, é um dos pontos fortes da parceria entre Pet Anjo e Cuida Mi Mascota. A Mars – investidora neste processo de fusão – apostou em alcance, para obter sucesso em aderência de consumidores latino-americanos. “Como a maior produtora de alimentação pet do mundo, o intuito é exatamente fazer alianças que ampliem nosso mercado”, ressalta Carlos Dieppa, porta-voz da Mars na América Latina.

A expectativa é colocar as empresas na vitrine de inovação do mundo, por meio de suas estruturas e alta tecnologia de seus aplicativos. De acordo com o diretor administrativo da Leap Venture Studio (empresa aceleradora da Mars), Dylan Boyd: “O mercado brasileiro é muito forte no segmento pet, firmar uma parceria dessa magnitude requer engajamento e ambas estão prontas. O objetivo é ser a maior comunidade de amantes de animais de estimação na América Latina e a fusão permite fazer isso muito mais rápido

Comente com Facebook