O que fazer com o gato quando viajar?

o que fazer com o seu gato quando viajar

Mesmo que a gente ame nossos gatos mais do que a nós mesmos, infelizmente, a maioria de nós não pode estar com eles em casa 24h, 7 dias na semana e 365 dias do ano. Vai chegar um momento que, por algum motivo, você precisará ficar longe dele por mais do que um dia, e você também não estará trabalhando no bairro do lado para poder correr para casa em caso de emergência. Então,quando a hora chegar, o que fazer com o gato quando viajar?

Muito bem, caneta e papel em mãos e vamos conferir as opções de o que fazer com o gato quando viajar:

  • Pedir uma mãozinha para o filho do vizinho

Prós: Muito barato ou, provavelmente, de graça; afinal, ele mora na porta em frente, ou na casa do lado.

Contras: Vamos ser honestos, não importa o quanto o Joãozinho ou a Bia sejam bons jovens, a maioria dos adolescentes não é responsável o suficiente para ir todos os dias e passar um bom tempo com seu gato. Além disso, a não ser que o jovem estude veterinária, ele pode não saber interpretar sinais de alguma doença ou cuidar do sue pet em caso de emergência. 

Nossa opinião: É  melhor do que deixar seu gato sozinho durante dias e dias. Mas não se iluda, você receberá aquilo pelo que pagou.

Deixar seu gato com o menino da casa ao lado, nunca é a melhor opção!

Deixar seu gato com o menino da casa ao lado, nunca é a melhor opção!

  • Pedir ajuda para um amigo ou familiar

Prós: Alguém vai passar um bom tempo com seu gato, isso é muito bom pois o nível de estresse dele será bem baixo. Além disso, sua casa ficará mais segura por ter movimentação.

Contras: Seu amigo ou familiar pode não ser um adepto a gatos assim como você é, e acabar perdendo sinais de doenças ou alguma dor no seu gato. Ele pode não ter o compromisso de limpar a caixa de areia sempre e isso é um problema, e dos bem grandes. Outros acidentes podem acontecer também, então a confiança e a atenção têm que ser em dobro.

Nossa opinião: Se você confia muito na pessoa que você escolheu, vai se comprometer a ir todos os dias, cuidar da alimentação, saúde, caixa de areia e de brincar com seu gato, essa é uma opção até que razoável.

 

  • Contratar uma pet sitter profissional

    O seu gato precisa ficar no seu ambiente familiar para se sentir seguro quando estiver sem você!

    O seu gato precisa ficar no seu ambiente familiar para se sentir seguro quando estiver sem você!

Prós: Ter uma pessoa treinada e que entende tanto de comportamento, da saúde dos gatos é muito confortante. Uma pet sitter profissional, ainda tira o seu lixo, recebe suas cartas, deixa a casa arejada e a tranca quando vai embora e, se ela for muito bem treinada (como as nossas rs), ela ainda leva brinquedos e exercita seu gato, dando a ele muito mais qualidade de vida e enriquecimento ambiental. Além disso, contratar uma pet sitter que seja de empresa e não autônoma, te dá toda a segurança de ter uma equipe por trás de cada serviço, com 

Contras: Você pode se sentir desconfortável tendo alguém entrando e saindo da sua casa enquanto você viaja, nós entendemos isso. Se você não pesquisar, perguntar, procurar informações e comparar as melhores opções, você pode ficar bem desapontado com o serviço recebido. A dúvida de quanto tempo de serviço contratar também é bem grande, por isso a gente escreveu este artigo para te ajudar. E é óbvio que o preço de ter uma pet sitter profissional e treinada, é maior que pedir para o Joãozinho da rua de cima ir cuidar do seu gato. 

Nossa opinião: Em relação ao custo-benefício, é a melhor opção. Ah, e é de extrema necessidade que você saiba reconhecer quando a pet sitter é profissional ou não. Mas não se preocupe, a gente te ajuda com mais essa: neste artigo você confere na íntegra como identificar uma pet sitter profissional.

 

  • Hospedar seu gato em um hotelzinho para animais

Prós: Seu gato estará em um hotelzinho com profissionais. E se você procurar bem, pode até achar algum que cuide de gatos com algumas necessidades especiais.

Contras: A maioria esmagadora dos gatos passa muito estresse nessa ida e volta do hotelzinho, além de ficar todo o tempo em um lugar que ele não conhece. Se o hotelzinho também for para cachorros, os latidos e choros podem deixar o seu gato muito mais estressado. E é a opção mais cara de todas.

Nossa opinião: Se você quiser mesmo deixar o seu gato em um hotelzinho, visite, pesquise, pergunte e tenha certeza de que o local é seguro, tem gente trabalhando 24h e é limpo, livre de parasitas. Ah, para te ajudar, a decidir onde deixar o gato quando viajar, a gente tem esse artigo aqui, confere lá!

Deixar o seu gato em um hotelzinho para animais não é a melhor opção! Ele pode sentir muito medo e acabar tendo muitos problemas causados pelo estresse.

Deixar o seu gato em um hotelzinho para animais não é a melhor opção! Ele pode sentir muito medo e acabar tendo muitos problemas causados pelo estresse.

  • Deixar seu gato no veterinário

Prós: Se o seu gato tem necessidades especiais ou doenças graves, e você não pode pagar por uma pet sitter profissional, provavelmente deixar no veterinário, possa ser uma opção. 

Contras: Algumas clínicas cobram bem caro pelo serviço e, se você tiver um plano de saúde para seu gatinho, ele vai subir – e muito – de preço. Além de que, o seu gato passará a maior parte do tempo dentro de uma gaiolinha sem nada para fazer. E também, se o veterinário aceitar hospedagem de cães, o cheiro que ficar na clínica pode ser bem estressante para seu gato. 

Nossa opinião: Nós não aconselhamos que você hospede seu gato em um veterinário, a não ser que ele tenha problemas sérios de saúde. 

Estamos prontos para te ajudar!

Por sabermos que confiar o pet a alguém sem qualificações está totalmente fora dos planos de qualquer tutor, a Pet Anjo oferece o serviço de Pet Sitter com qualidade excepcional. Somos a única empresa a possuir certificação internacional de Pet Sitter e todos os nossos “Anjos de pets” foram escolhidos a dedo após completarem um curso ministrado pela nossa fundadora, Dra. Carol Rocha.

gato sozinho

Afim de evitar o estresse da mudança de ambiente e oferecer um serviço de qualidade e segurança ímpar, nossos Anjos fazem o serviço de Pet Sitter de acordo com o extenso curso ministrado pela nossa fundadora, Médica Veterinária Carolina Rocha – mestre em comportamento animal pela USP.

Visite nosso site: www.petanjo.com.br

Ou entre em contato pelos telefones:

SP – (11) 99953-9409 (TIM)

SP – (11) 97603-05085 (CLARO)

SP – (11) 99757-1110 (VIVO)

RS – (51)  9509-6196 (VIVO)

SC – (48) 9166-3791 (VIVO)

Ou você pode também falar com a gente pelo email contato@petanjo.com

Você acabou de ler – O que fazer com o gato quando viajar?


Temos uma equipe pronta para te ajudar, nos conte mais sobre o seu pet 🐶🐱

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Seu telefone

 Dog Walker (Passeio) Pet Sitter (Visita) Hospedagem familiar

Nos conte mais sobre seu peludo

Comente com Facebook
0 Comments

Leave a Comment