Pet Sitter ou hotel para gatos – parte 1

Correria pra lá, malas pra cá, preparativos, passagens. Mas ninguém lembrou de pesquisar onde deixar o gato quando viajar! Não seria bom se caísse do céu uma solução rápida e, principalmente, confiável para você saber onde deixar o gato quando viajar? Você conhece o serviço de pet sitter?

Ver parte 2 deste artigo

É importante lembrar que o ideal é não deixar o seu gato sozinho, ok?

Pet Sitter ou hotelzinho? Para cachorros é muito comum utilizarmos o serviço de hotel, mas será que para gatos também é a melhor solução? Infelizmente não podemos confiar nossos pets a qualquer um, muitas pessoas e estabelecimentos nos parecem confiáveis, mas será que elas realmente sabem o que estão fazendo?

pet-sitter-cuidando-de-gato

Pet Sitter cuida do seu gato com o carinho que ele merece

1 – Hotel para gatos

Hotéis para animais podem ser uma mão na roda, se você achar um no qual o seu gato se adapte e seja bem tratado. Mas para gatos introspectivos (que é a maioria), ir para um hotel é uma experiência desagradável e muito estressante. Um gato idoso (com mais de 7 anos) pode, além sofrer estresse, ficar exposto a agentes infecciosos que o corpo dele já não consegue mais se proteger tanto quanto antes. Ou seja, hotel para gatos pode ser uma ideia boa para alguns gatos, mas para outros, nem tanto.

Um dos principais problemas de deixar o seu gato em hotelzinho ou em um pet shop é o estresse. A ciência nos indica cada

dia mais que os gatos são muito mais sensíveis ao estresse do que os cachorros. E que o estresse, para esta espécie, pode acarretar em diversos problemas de saúde física e comportamental/psicológica.

Algumas das consequências do estresse para os gatos:

  • 1 – O gato fica mais propenso a ter transtornos alimentares como parar de comer ou comer menos.
  • 2 – O gato fica mais propenso a beber pouca água, ficar desidratado e apresentar problemas urinários e renais
  • 3 – O gato fica mais ansioso, sente-se desprotegido e com medo. Toda essa situação de desamparo pode levar à quadros de agressividade defensiva devido ao estresse e irritação.
  • 4 – O gato fica mais propenso a ter diarreia causada tanto pelo transtorno alimentar, quanto pelo estresse.

Hotel para gato: potenciais problemas

  • 1 – Se o gato ficar próximo à outros gatos ou até cães, ele pode ficar incomodado, com medo e até desenvolver um trauma psicológico.
  • 2 – O gato pode entrar em alguma briga de gatos, devido à não se conhecerem e à própria ansiedade.
  • 3 – O gato poderá ficar enjaulado ao invés de livre pela sala, principalmente se for em pet shop.
  • 4 – O gato poderá estar mais propenso a ter pulgas, carrapatos ou até parasitas internos, por causa do contato com outros animais.

Nós sabemos que nem todas as pessoas confiam ou conhecem Pet Sitter Profissionais para cuidar do pet. Além disso, gatos que são sociáveis e estão  acostumados desde pequenos a sair de casa podem até aceitar bem hotéis e  não sofrerem tanto estresse.

Pensando nisso, daremos algumas dicas para quem não tem opção e contratar petsitter, e precisa saber em que hotel deixar o gato quando viajar:

Descubra qual a melhor opção para seu gatinho:

A ideia de um hotelzinho para o seu gato é que ele fique seguro e confortável enquanto você aproveita sua viagem. Portanto, é muito importante que você tenha várias perguntas em mente, entenda quais são os fatores mais importantes quando for fazer uma visita ao local.

Procure responder essas perguntas mentalmente, como se fosse um jogo de perguntas e respostas sobre o hotelzinho. Cada “sim” é 1 ponto, cada “não” é -1 ponto e cada “não sei” ou “nunca vi” não soma nenhum ponto. 

No final você verá se o hotelzinho é, ou não, uma boa para o seu gatinho. Afinal, ele já está saindo de casa, ficando longe de você e da sua família. Ele merece um lugar muito bom e preparado para cuidar dele!

pet-sitter-cuida-de-gato-em-cima-da-mesa

Descubra a melhor opção para o seu gato: pet sitter ou hotel para gatos

Responda às perguntas e descubra:

  1. 1 – Sobre o ambiente: O cheiro é agradável? Ou tem aquele cheiro de quando você deixa a sua casa sem limpar?
  2. 2 – O ambiente é silencioso ou é um completo caos? Tem música para os animais?
  3. 3 – São gaiolas ou um quartinho? O quartinho é grande o suficiente para o pote de água e de comida não ficar muito perto da caixa de areia?
  4. 4 – Quantos animais ficam em cada espaço? Ficam todos separados? É um hotel exclusivo para gatos?
  5. 5 – Quantas caixas de areia existem no local? Qual é o tipo de areia utilizado? Quantas vezes é limpo? Quando você visitou, como estavam as caixas de areia?
  6. 6 – Os gatos lá ganham carinho, brincam e são tirados da gaiola para, pelo menos, uma esticada nas patas? Quando você entrou, havia gatos miando? Estavam pedindo atenção ou estavam deitados ou brincando tranquilos?
  7. pet-sitter-cuida-de-gato-em-sua-casa

    Analise todos os pontos do hotelzinho para saber se é ou não a melhor opção

  8. 7 – Os gatinhos são escovados? como estava a pelagem deles? Havia muitos pelos no quartinho?
  9. 8 – Se algum gato precisa tomar medicamento ou tem problema de saúde, ele recebe cuidados especiais e os remédios são dados na hora? Como é feito o controle?
  10. 9 – A equipe faz algo para combater a ansiedade e trabalhar o medo dos hóspedes felinos? É feito algum trabalho de enriquecimento ambiental? Existem brinquedos? Que tipo de brinquedos? Existem prateleiras e caixas? Trabalham com feromônios (Feliway)?
  11. 10 – O estabelecimento tem algum veterinário de plantão ou de prontidão?
  12. 11 – O hotelzinho tem segurança noturna?
  13. 12 – Sobre a interação da equipe que trabalha no hotel: eles têm uma boa comunicação com você? Como e com que frequência recebe informações?

Resultado:

De 0 a 4 “sim”: 

SINAL VERMELHO! Pense urgente em deixar seu gato em outro hotelzinho ou pensar em contratar uma babá de gatos – que é a melhor opção para seu gato!

De 5 a 8 “sim”: 

SINAL AMARELO Se puder pensar em buscar outro hotelzinho ou pensar em contratar uma babá de gatos, melhor. Se não puder ou não quiser, evite deixá-lo no hotelzinho por longos períodos de tempo e acompanhe diariamente.

De 8 a 12 “sim”: 

SINAL VERDE! O hotelzinho que você escolheu para o seu gato passou no teste, mas lembre-se que mesmo ele sendo bom, o seu gato ainda está muito propenso a sofrer com o estresse da mudança de rotina e lugar. Conheça o seu gato!

Agora que você já deve ter definido se um Hotelzinho é ou não a melhor opção para seu gatinho, que tal conhecer um pouco melhor o que é um Pet Sitter e se essa é a melhor opção para seu pequeno? Veja a parte dois desse post clicando aqui embaixo:

Comente com Facebook