Problemas com passeios: Como resolver os principais problemas

Resolvendo problemas passeios cachorro

Como resolver os principais problemas com passeios

Se você tem problemas ao conduzir um passeio com seu peludo, e não sabe o porquê ele tem um determinado comportamento durante os passeios, veja este post que nós fizemos onde explicamos os principais motivos de seu pet te dar trabalho para dar uma voltinha.

Depois de ler este primeiro post, você entenderá a razão pela qual seu cachorro puxa a guia, late para estímulos desnecessários, é agressivo ou tem qualquer outro tipo de comportamento indesejado durante os passeios.

Neste segundo post sobre Problemas com Passeios vamos ensinar como resolver esses 5 problemas mais comuns que um tutor enfrenta durante os passeios com seu peludo.

1) Puxar a guia – Resolvendo o problema

Como fazer cachorro não puxar a guia

Como fazer seu cachorro não puxar a guia

Como explicamos no primeiro post, a principal razão para seu peludo ter esse tipo de comportamento é a excitação em estar fora de casa. Que faz com que ele enxergue e dê atenção apenas para o que está a sua frente, de tão animado que ele está.

Quando seu peludo puxar a guia, seja para cheirar alguma plantinha ou mesmo sem nenhum “objetivo” específico, siga esses dois passos super simples:

  1. Estátua:

    A primeira coisa a se fazer quando isso acontecer é parar de andar na mesma hora, e não deixar que ele te puxe. Muito provavelmente ele olhará para você pedindo para continuar o passeio. Então, siga o segundo passo para retomar o passeio.

  2. Retome: 

    Só volte a caminhar quando ele recuar um pouco e a guia não ficar totalmente esticada. Quando a guia estiver frouxa, retome o passeio novamente. Pode ser que no começo você repita esse exercício algumas vezes, mas garanto que nos próximos passeios essa frequência irá diminuir até que vocês consigam ter um passeio contínuo, saudável e tranquilo.

 

Outra ótima dica:

Durante os passeios leve sempre com você alguns petiscos para recompensar bons comportamentos, como por exemplo recuar e esperar você liberar para voltar a caminhar. Assim ele vai aprender que passear ao seu lado é mais vantajoso do que andar na frente, puxando a guia.

Como já mencionamos no primeiro post sobre problemas com passeios, existem vários tipos de coleiras, algumas estimulam mais seu peludo a puxar a guia e outras ajudam a reduzir esse comportamento sem causar nenhum incômodo ou desconforto a seu pequeno. Veja este post que nós fizemos explicando os prós e contras dos diferentes tipos de coleiras.

 

2. Latidos excessivos – Resolvendo o problema:

Problemas com latidos durante passeios

Problemas com latidos durante passeios

Esse comportamento é bastante comum em cães que são muito agitados – Veja aqui 5 passos para acalmar um cachorro agitado –  Como já explicamos, o principal motivo para ele se comportar dessa maneira em determinadas situações é devido a limitação que a guia impõe a ele.

Ou seja, ele quer se aproximar ou se afastar de algo, mas devido a limitação que a guia impõe a ele, ele late para este estímulo com intuito de afastá-lo ou de tentar chamar a atenção.

Quando seu pequeno tiver esse tipo de comportamento, siga essa dica para ajudá-lo:

  • Associação Positiva:

    Quando estimulo aparecer, faça um agrado ou de um petisco, assim ele associará a uma coisa boa e não ruim.

3. Agressividade durante Passeios – Resolvendo o problema:

Agressividade durante passeios

Agressividade durante passeios

Esse tipo de comportamento é comum em cães que não foram devidamente socializados quando filhotes. Então eles podem se sentir ameaçados com pessoas ou animais que não sejam familiares a eles e acreditam que sendo agressivos eles conseguirão afastar essas pessoas.

Para evitar que isso aconteça, trabalhe na socialização do seu pequeno quando ele ainda for filhote. Veja aqui como criar e socializar um filhote de cachorroSe seu peludo já é adulto e tem esse tipo de comportamento, procure ajuda de um profissional da área, como um Dog Walker Profissional que foi treinado e capacitado para lidar com situações como esta.

 

4. Cães que não gostam de passear – Resolvendo o problema:

Cães que não gostam de passear

Cães que não gostam de passear

Apesar de estes casos não serem tão comuns quanto os anteriores, cães que parecem não gostar de passear devem ter o acompanhamento de um médico veterinário comportamentalista.

Como explicamos no último post, esse desinteresse por parte do seu companheiro pode ser reflexo de alguma doença ou desconforto que ele possa estar sentindo.

Caso o veterinário não encontre nenhum problema relacionado a saúde do seu peludo, tente interagir com ele dentro de casa mesmo, veja nesse post como fazer brincadeiras e atividades em casa com seu peludo.

5 . Cães que não fazem suas necessidades durante os passeios – Resolvendo o problema:

Cães que não fazem suas necessidades durante passeio

Cães que não fazem suas necessidades durante passeio

Se você leu o post anterior, já sabe que se seu peludo não faz xixi ou cocô em nenhum passeio com você, provavelmente ele não se sente tranquilo e confortável com o passeio. Para você conseguir ajudar seu peludo a ficar mais tranquilo e confiante, estreite seus laços com ele e com certeza ele se sentirá mais seguro e confortável durante os passeios, o que fará com que ele faça suas necessidades, tranquilo, numa boa.

 

Não conseguiu resolver os problemas?

Encontrou o problema do seu peludo e achou difícil ou então tentou resolver o problema e não teve êxito? Leve em consideração contar com a ajuda de um profissional. Veja aqui o último post sobre “Problemas com passeios” e descubra uma alternativa que com certeza vai te ajudar a ter passeios mais tranquilos com seu melhor amigo.


Temos uma equipe pronta para te ajudar, nos conte mais sobre o seu pet 🐶🐱

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Seu telefone

 Dog Walker (Passeio) Pet Sitter (Visita) Hospedagem familiar

Nos conte mais sobre seu peludo

Comente com Facebook
2 Comments

Leave a Comment