Adotar ou Comprar um Cachorro ou Gato?

Adotar ou comprar cachorro ou gato

Adotar ou Comprar um Cachorro ou Gato?

Chegou aquele momento de trazer um novo membro pra família, começam as conversas e pesquisas sobre qual será o tamanho, tipo e nome do novo pet. E sempre surge aquela dúvida: Comprar ou Adotar? Eu sou aquela pessoa que diria: “Adotar é a coisa certa a se fazer. Com tantos animais abandonados precisando de uma família.”.

Já tive muitos cães de raça, mas gatos, sempre foram SRD (sem raça definida). Hoje, na minha família ainda tenho uma Border Collie que foi comprada com um criador de confiança e tenho o Cássio, um schnauzer, que foi abandonado por giárdia e a gente adotou. Mas hoje, comigo mesma, só tenho SRDs. E por mais que eu tenha algumas raças que sou apaixonada, hoje não consigo comprar. Mas isso é pessoal. Eu penso assim, e não é porque outras pessoas podem pensar diferente que elas estão erradas.

Afinal, por que é bom adotar?

Por que é bom adotar?

Uma coisa é um fato inquestionável: existe uma superpopulação de cães e gatos no Brasil. Quantas e quantas vezes você não encontrou um bichinho abandonado na rua, ou até mesmo que nasceu da cruza de dois peludos que foram abandonados? Muitos fatores influenciam isso, não é nada simples essa questão:

  • Fatores Culturais: apego aos animais, costume, proteção, família.
  • Cidades cada vez maiores
  • Aspectos sociais
  • Aumento excessivo da população humana/falta de condições de educação e higiene.
  • Comportamento reprodutivo dessas espécies: rápido amadurecimento sexual
  • Falta de medidas políticas eficazes e a falta de orientação sobre a guarda responsável
  • Criação e reprodução descontrolada e sem fiscalização
  • Entre vários outros fatores.
E a grande maioria, senão todos esses pequenos abandonados, que estão vivendo em terrenos baldios, embaixo de pontes, estacionamentos, não estão castrados, estão gerando novos cães e gatos “abandonados” a cada dia. Além do fato de que devido a falta de boas condições de vida e saúde, podem estar transmitindo doenças para outros animais e até para nós, humanos. Entre elas: a raiva, leptospirose, leishmaniose, etc. Sem contar os casos de agressão com mordeduras, arranhaduras e ferimentos (na maior parte das vezes por medo das pessoas).
Atualmente são identificadas 1.415 espécies de organismos patogênicos ao homem, dos quais 61% são determinantes de zoonoses, doenças ou infecções naturalmente transmitidas entre animais e seres humanos. Por sorte, alguns desses animais são resgatados e vão ser cuidados em abrigos, lares temporários e ONGS.

Por isso, listamos 13 motivos para você adotar um Pet:

1 – Ao adotar um pet você está ajudando a combater a superpopulação;
2 – Vai dar espaço para um novo pet, que vai sair das ruas;
3 – Você gasta menos, é mais barato;
4 – Você já tem um pet vacinado, castrado e muitas vezes microchipado
5 – Vai dar um exemplo para sua família, amigos… E especialmente se tiver filhos.
6 – Vai poder escolher a idade do pet que quer adotar – Tem pets idosos que estão esperando a vida toda por uma família.
7 – Vai poder escolher o porte. E se for adulto, você não terá nenhuma surpresa 😉
8 – Vai poder escolher o nível de energia, sem surpresas.
9 – Vai ter um pet saudável, que provavelmente terá muito menos problemas do que um pet de raça – o cruzamento de raças diferentes corta/diminui as chances de problemas hereditários das raças
10 –  Vai ganhar um animal já treinado para fazer xixi e coco no lugar certo, e as vezes já adestrado!
11 – Vai contar com a ajuda da ong em encontrar o melhor match entre você o pet – com questionários, avaliação do perfil, encaixar o melhor possível
12 –  Vai ter o amor incondicional de um pet que estava esperando ansiosamente porvocê!
13 – Vai fazer A diferença na vida do pet!

E qual é o problema de comprar?

Calma, calma… Comprar um pet não é um problema. Talvez você não estará ajudando tanto, etc… mas não é uma coisa por si só ruim. E eu não gosto de julgar. Julgar é imaturo, é uma perda de energia… Afinal, existem inúmeros motivos super válidos para você preferir comprar um cão de uma raça
específica… Ok, eu respeito. E isso por si só não é um problema, é apenas uma opinião diferente.
O problema não é comprar um pet, o problema é comprar um pet de maus criadores. Os criadores de fundo de quintal, que têm fabricas de filhotes, que criam
os animais em estado deplorável, sem contato com humanos…. Geralmente são os filhotes cheirosos que vemos a venda em vitrines de pet shops, em feirinhas clandestinas, que acabam são comprados por impulso por famílias até com boas intenções.
A venda de filhotes é um negócio, tem que não só se manter, mas gerar lucro. E isso por si só não é um problema, de forma alguma, pelo contrário! Afinal existem pessoas que estão dedicando o tempo e dinheiro delas para melhorar a raça, manter um padrão comportamental, de saúde, genética. Por isso merecem uma recompensa financeira, e ter dinheiro para reinvestir para melhorar ainda mais a qualidade do seu trabalho!
É muito importante ressaltar que a questão é que como qualquer negócio, existem padrões a serem seguidos, cuidados, ética, conhecimento técnico, segurança… Um criador de qualidade conhece e segue esses padrões, garantindo um filhote saudável de todos os pontos de vista, a manutenção de um pa drão de comportamento, saúde, conformação!

Um criador de qualidade geralmente:

– cria uma ou duas raças, porque ele tem que estudar muito e conhecer muito/a fundo sobre as raças que cria;
– ele tem todo o histórico da criação, pode te mostrar todas linhas genealógicas;
– deixa e faz questão que você conheça o local de criação e especialmente os pais do filhote;
– seleciona os cruzamentos com cuidado meticuloso e sabe explicar o porque escolheu aquele cruzamento, assim pode predizer pra você qual deverá ser a tendência de comportamento do filhote quando adulto;
– seleciona não só para aparência, mas especialmente para evitar doenças e para temperamento;
– mantém os cães e/ou gatos num local limpo, sem odor, confortável, próximo da família humana, em convivência uns com os outros, com enriquecimento ambiental (brinquedos de qualidade, exercício físico e mental),
– provê uma ótima alimentação com dieta balanceada para cada fase da vida dos filhotes, adultos e idosos,
– não tem cães doentes, com secreção do nariz, olhos, tosse, quietos, que nãobrincam…
– não vendem filhotes com menos de 45 dias
– e os melhores só vendem aos 3 meses de idade
– sabe o que é socialização de filhotes e faz a socialização dos filhotes desde o dia zero.
– segue as leis, e só vende filhotes vacinados (com vacinas de qualidade), vermifugados, e claro: castrados!!
– vai querer te conhecer e provavelmente pedir pra você assinar um contrato de que se não mantiver boas condições ao animal ele poderá ser retirado por ele…
– irá se colocar a disposição para tirar suas dúvidas…
E você pode estar pensando que comprar só uma vez daquela pessoa que parece tão legal, que está vendendo o yorkshire dos seus sonhos no mercado livre, na olx, ou que está doando um filhotinho do resultado do cruzamento da fêmea dele… não vai fazer mal nenhum! Mas vai, vai sim!
O problema é que eles, os criadores de fundo de quintal, são muitos.  E quando um fecha as portas, parece que já tem um outro na fila entrando… Porque tem gente financiando eles! Quem compra os filhotes deles! Isso mesmo: você que compra um filhotinho baratinho na feirinha, que compra sem conhecer os pais, que compra daquele criador que cria 10 raças… você, mesmo inadvertidamente, está mantendo essa indústria cruel dos criadores de fundo de quintal.

Então, essa é a minha opinião pessoal, Carol falando, é que o melhor é adotar… Você faz uma diferença tão grande para aquele serzinho, e para tantos outros que vão por isso ter a chance de sair das ruas! E ainda contribui para a diminuição do sofrimento de tantos! Mas entendo que em certas situações é até necessário comprar um cão de raça, como para cão guia, de trabalho, etc. Mas nessa situação o seu dever é buscar por um criador qualificado, e valorizar o trabalho dele! Essa também é uma saída moral, assim como a adoção.
Ah, e pra fechar com chave de ouro… castrem castrem castrem! Não castrar ou cruzar seu pet para ter filhotes é negligência! Castrar é um ato de amor e respeito.
encontre-um-anjo-proximo-a-voce
Comente com Facebook
0 Comments

Leave a Comment