8 Maneiras de ajudar seu cachorro gordo a emagrecer.

Cachorro gordo - Dicas para ajudar seu cachorro a emagrecer.

8 dicas práticas para ajudar seu cachorro gordo a emagrecer.

Se você chegou até aqui, provavelmente já leu nosso artigo “Cachorro gordo – Porque seu cachorro está acima do peso”. Se você ainda não leu, recomendo que comece a leitura por ele e depois volte aqui 🙂

Como vimos no post anterior, a obesidade entre os cães é cada vez maior e os donos muitas vezes não dão a devida importância ao assunto. Além disso, as previsões para o futuro não são muito animadoras. Estima-se que em até 5 anos mais da metade da população mundial de cães estará acima do peso ideal e que nossos pequenos não vivam tanto tempo quanto suas gerações anteriores.

Isso porque uma das várias consequências da obesidade é o encurtamento do tempo de vida dos pets. Isso mesmo, cachorros obesos tem expectativa de vida menor que um cão saudável, com seu peso ideal. Cães acima do peso encontram várias dificuldades em fazer atividades que são cotidianas no dia a dia de um cachorro.

É comum um cachorro gordo ter mais dificuldade para respirar, principalmente quando está praticando alguma atividade física que exija esforço, provocando uma respiração mais ofegante.

Além de muitos cachorros acima do peso terem problemas nas articulações e artrites, pois suas estruturas ósseas não foram feitas para suportar uma carga tão pesada quanto ao peso dele, causando dores e evitando que o seu peludo se sinta animado e com vontade de fazer qualquer tarefa que exija muito esforço.

Qual a idade mais comum que um cachorro se torna gordo / obeso?

Não existe uma idade determinada que os cães passem a ter uns quilinhos a mais, alguns ganham muito peso em uma idade média (entre 5 e 10 anos), outros ao ficarem mais velhos e diminuir a frequência e intensidade das atividades acabam engordando um pouco também, depende de cada cão e de sua rotina.

É importante lembrar que muito provavelmente o principal motivo do sobrepeso do seu companheiro está diretamente ligado a dieta e rotina de exercícios que você esta proporcionando a ele.

Como ajudar cachorro gordo a emagrecer.

Como ajudar cachorro gordo a emagrecer.

Sabemos que muitas vezes é difícil oferecer sempre a melhor opção aos nossos companheiros, então vamos listar aqui 8 dicas práticas para você seguir e melhorar a qualidade de vida do seu peludo!

  1. Petiscos Saudáveis

Nossos peludos adoram comer comidas diferentes e gostosas, que eles não comem com tanta frequência. Por isso as vezes acabamos cedendo e oferecemos algo que estamos comendo a eles. E isso com certeza está contribuindo para seu aumento de peso.

Mas o que fazer para dar um agrado em uma situação em que ele estiver comportado e você quiser recompensá-lo? PETISCOS SAUDÁVEIS! Isso mesmo, como citamos no post anterior existem várias receitas super fáceis de petiscos naturais para seu peludo. Nós temos um ebook com várias opções mega fáceis de petiscos naturais. Para baixar, basta clicar aqui

2. Controlar Quantidades

Muitos cães estão acima do peso ideal pelo simples fato de sempre terem comida disponível para ele comer quando bem entender. Isso, conciliado com o tédio, monotonia do dia a dia, ansiedade e falta do que fazer, faz com que ele “desconte” na comida, como forma de dissipar o estresse.

Manter horários e quantidades fixas e determinadas de comida ajudarão seu pequeno a ter uma dieta mais controlada e balanceada.

3. Auxílio de um Dog Walker Profissional

Você sabia que um Passeador de Cães Profissional pode ajudar seu cãozinho em vários aspectos? Um passeio conduzido por um profissional que foi treinado e que teve a devida capacitação para oferecer esse serviço, trará diversos benefícios não só para a saúde do seu cãozinho como para você também.

Em nosso serviço de Dog Walker o Anjo (profissional que fará o passeio) irá adequar toda estruturação do passeio de acordo com as necessidades do seu peludo. Então se ele não conseguir passear por muito tempo devido a sua atual situação física, nossos Anjos adequarão o serviço de acordo com a necessidade dele, podendo passear por menos tempo e fazer brincadeiras educativas conciliada a  um semi-adestramento.

4. Brincadeiras

A importância de brincadeiras para os cães

A importância de brincadeiras para os cães

Ao contrário de nós, os cães e todos os outros animais não brincam apenas quando estão na sua fase infantil. As brincadeiras são de extrema importância para o seu peludo, além de estimular o físico do seu companheiro, se você der uma dificultada ou elaborar uma brincadeira um pouco mais desafiadora e complexa, você também irá estimular a mente do seu pet, melhorando a qualidade de vida, e prolongando o tempo que seu pequeno viverá ao seu lado. Se quiser saber mais sobre o assunto, nós fizemos um posto explicando a Importância da brincadeira na vida de um animal.

5. Ração Light

Apesar de geralmente terem o preço um pouco mais salgado que as rações tradicionais, as opções light são uma ótima opção para controlar a quantidade de ingestão calórica do seu gordinho. Na Pet Love vocês encontram várias opções de ração light em conta. Para conhecer, clique aqui.

6. Cooper (corrida leve)

Você é daqueles que gosta de correr no parque? Ou então sempre teve vontade de começar a correr, mas nunca encontrou alguém para ir junto com você e te fazer companhia? Leve seu peludo com você!

Com certeza ele vai adorar dividir esse momento com você e ainda vai ser uma ótima alternativa para melhorar a qualidade de vida não só dele, como a sua também. Mas lembre-se sempre de respeitar o limite do seu pequeno. Ao perceber que ele não está conseguindo lhe acompanhar e está mais ofegante que o normal, faça uma pausa, dê uma água para ele, e assim que ambos estiverem descansados, voltem a ativa!

7. Cachorródromo

Se você também não for muito dos esportes e não tiver muita disposição para se exercitar junto com seu companheiro, um parque com cachorródromo (espaço cercado para váários cães brincarem juntos) é uma ótima opção.

Assim você não precisa fazer muito esforço, basta levar seu peludo até o cachorródromo e os colegas peludos brincarão e se exercitarão com o maior prazer com seu companheiro. Mas lembre-se de ficar de olho no seu filho, como podem ter vários cães juntos, pode acontecer de algum não gostar de uma brincadeira.

Em São Paulo vários parques dispõem de um espaço bem legal para o cachorródromo, como o Villa Lobos, Ibirapuera, Praça Buenos Aires, etc.

Se você for de Florianópolis, veja aqui ótimos lugares para levar seu pequeno, e se você for de Porto Alegre, nós também selecionamos ótimos lugares para passear com seu peludo, veja aqui.

8. Cãopanhia

Levar o cachorro de um amigo pode ser uma boa alternativa.

Levar o cachorro de um amigo pode ser uma boa alternativa.

Se a sua cidade não tiver muitas opções de parques com um espaço dedicado aos peludos, não se preocupe. Outra alternativa é levar o pequeno de um amigo seu junto. Assim os dois brincam juntos e você fica supervisionando os dois.

Essas são algumas opções que listamos aqui que com certeza irão ajudar seu pequeno a perder uns quilinhos e melhorar a qualidade de vida dele. Lembre-se de que a obesidade é uma doença séria e que pode trazer várias consequências graves caso não seja tratada.

Clique aqui e veja com nós da Pet Anjo, podemos ajudar você e seu peludo a resolver esse problema.


Temos uma equipe pronta para te ajudar, nos conte mais sobre o seu pet 🐶🐱

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Seu telefone

 Dog Walker (Passeio) Pet Sitter (Visita) Hospedagem familiar

Nos conte mais sobre seu peludo

Comente com Facebook
0 Comments

Leave a Comment