Problemas durante o passeio?

Nossas dicas podem te ajudar!

Ensinar o cachorro a não puxar a guia é uma necessidade bem comum entre os tutores de pets (e, muitas vezes, a razão de muitos cães ficarem presos em casas, ou acabarem indo parar em abrigos). Seja uma puxadinha de leve só parar cheirar o canteiro do vizinho, ou um puxão mais agressivo, a primeira coisa para se lembrar é que esses problemas comportamentais são, na maioria das vezes, trabalháveis e evitáveis, quando se usa métodos positivos de treinamento.

Não, o seu cachorro não puxa a guia por que ele quer ser o líder da matilha, o alpha, o dominante. Eles tampouco estão procurando pela dominação mundial. Esse comportamento de puxar a guia tem uma explicação bem mais simples do que você pensa: cachorros AMAM estar ao ar livre e o passeio é a parte mais legal do dia para eles e isso faz com que eles estejam tão excitados que acabam puxando a guia. Nós humanos não somos as melhores companhias para passear, já que a ideia de passeio para um cachorro é ele correndo solto por ai cheirando tudo e explorando esse ambiente novo. E ter que passear calmamente do lado do seu tutor é um grande desafio e requer uma bela dose de autocontrole para nossos companheiros de patas, alguns deles podem ficar confusos quanto a isso e não se saírem tão bem.

dog walker cachorro puxando a guia

 

Alguns lembretes antes de começarmos:

Você provavelmente já viu na internet ou em programas alguns cachorros que ficam extremamente quietos, olhando para os seus tutores com a atenção inquebrável. Isso é impressionante, mas não se engane, esses cachorros tiveram muitas sessões de treinamento – isso requer muita força de vontade, persistência  e paciência.

Os cachorros têm que ser ensinados a passear e não puxar a guia da melhor maneira possível, nada de dor, punição ou desconforto, assim treinamento e passeio se tornam atividades gostosas para todo mundo. Dito isso, vamos para o próximo passo. Você pode usar vários métodos para ensinar o seu cachorro a não puxar a guia. Não existe ainda um único método que funcione para todos os cachorros, cada pet é único e tem seu ritmo e nível de entendimento.

Aqui vão alguns lembretes antes de te explicarmos os principais métodos de treinamento:

  • Até que seu cachorro esteja andando calmamente, encare todos os passeios como sessões de treinamento – e mantenha-os curtos e divertidos para seu cachorro;

 

  • Como as sessões de treinamento serão mais curtas que o passeio usual e não suprirão a energia do seu pet, procure outras formas de exercitá-lo até que ele tenha pego o jeito do treinamento. Aliás, você terá sucesso mais rápido se, antes do treinamento, você cansar um pouco seu cachorro (calma, não estamos dizendo para você correr pela casa inteira 30 vezes e ambos ficarem cansados). Cães puxam a guia, na maior parte do tempo, por que estão cheios de energia e super ansiosos para passear. Então, a não ser que você consiga gastar parte dessa energia, vai ser um pouco mais difícil para seucachorro  se controlar durante o treinamento;

 

problemas mais comuns em cães

 

  • Confiança é sempre bom. Portanto sempre mantenha a sua em alta na hora de treinar seu melhor amigo. Eles conseguem sentir o que sentimos, então se você estiver com medo ou desatento, o resultado de todo esse esforço será, ou menor, ou mais demorado. Então, se você não possui ainda essa auto confiança e nem o tempo necessário para poder se dedicar inteiramente para ajudar seu pet, peça ajuda.

 

  • Existem alguns treinadores e dog walkers que são treinados e podem te ajudar – aliás, nós podemos fazer isso por você. Você sabia que a Pet Anjo é a única empresa com certificados internacionais de dog walker e pet sitter? Pois é, tudo isso trazido pela nossa fundadora Dra. Carolina Rocha, que além de veterinária, é mestre em comportamento animal pela USP. E todos da nossa equipe são treinados por ela em um curso baseado nesses certificados internacionais exclusivos. Bom, se você quiser saber mais do por que somos as melhores pessoas para você confiar o seu pet e seus treinamentos, dá uma olhada no nosso site, sem compromisso.

 

  • Ensinar o seu cachorro a não puxar a guia vai te custar uma série de petiscos suculentos. Use os petiscos favoritos dele, ou, ainda melhor, é usar petiscos que ele quase nunca ganha, como frutas, por exemplo – aqui no blog a gente tem um artigo super interessante que te diz as 10 melhores frutas e legumes para você dar para seu cachorro, se você quer recompensá-lo da maneira mais divertida e saudável possível, sugerimos que clique aqui;

 

  • Não corra, mas também não ande muito lentamente. Ande um pouco mais rápido do que o normal. Essa dica é bem interessante de se lembrar, afinal, se o seu cachorro trotar (não correr), ele terá menos oportunidades de se distrair com alguém ou alguma coisa acontecendo. Além de que, coisas que se movem mais rápido são bem mais interessante, né?;

 

  • Esse aqui é, principalmente, para as mulheres: se o seu cachorro é mais forte que você e você não começou ainda a treiná-lo por medo de ser puxada ou se machucar, você sabia que existem equipamentos que podem te ajudar com isso? Pois é, a coleira peitoral com argola na frente é ideal para essa situação,  pois, além de distribuir melhor a pressão pelo corpo do animal, ela evita que seu cachorro puxe a coleira, por que, assim que ele puxar, a argola na frente, o puxão vai fazer ele rodar e virar para o lado, ao invés de continuar indo para frente. Nós recomendamos essa coleira para todas (e todos) vocês que precisarem de uma ajudinha extra- sempre lembrando que segurança vem em primeiro lugar ;

 

  • Por último, mas, com certeza, não menos importante, se você quer que seu cachorro se controle na hora de passear, você também deve esperar que ele se controle antes de sair de casa. Se o seu cachorro corre pela casa, late, começa a rodar ou fica pulando, não faça nada, apenas pare e fique parado e não olhe para ele. Não fale e nem faça nada até que seu cachorro pare quieto. Assim que ele se acalmar, se aproxime devagar até ele e coloque a coleira. Se ele voltar a ficar todo agitado, rapidamente volte as mãos e a coleira para você e pare e espere. Tente colocar a coleira novamente – repita quantas vezes forem necessárias até que você consiga colocar a coleira e seu cachorro permaneça quieto. Entendemos que isso pode parecer um exercício tedioso, mas o trabalho duro vai valer a pena – acredite.

 

cachorro puxando guia

cachorro puxando guia

Como ensinar o seu cachorro a não puxar a guia?

Além da dicas, você pode usar os métodos abaixo para ensiná-lo de forma

Opção 1: método do farol.

Esse método requer que você já tenha ensinado o seu cachorro a sentar.

Nesse método, faremos assim: quando o seu cachorro puxar a guia, farol vermelho, então você para e espera. E, assim que ele parar de puxar e deixar a guia mais solta (provavelmente ele vai te olhar pensando “ué por que paramos?”, peça para ele sentar e dê o petisco (farol verde) – pegou? É o mesmo que estar no trânsito.

Opção 2: método da recompensa.

Comece com o seu cachorro do seu lado esquerdo. Encha sua mão esquerda com os petiscos escolhidos e saborosos, coloque-a logo em frente ao focinho do seu pet. Diga “Vamos!” e caminhe normalmente. De vez em quando, vá dando os petiscos (de preferência cortados em pedaços bem pequenos) e sempre elogie-o por estar fazendo o treinamento do jeito esperado. Você vai precisa de vários petiscos para esse método, então mantenha seu bolso bem cheio ou carregue uma pochete cheia dos petiscos mais deliciosos do mundo.

Seguindo esses dois métodos e essas dicas as chances do seu companheiro de patas aprender a não puxar a guia fica muito maior!

 

 

Comente com Facebook