Aumentar a longevidade, saúde e bem-estar dos felinos é a missão de qualquer tutor, no entanto, algumas doenças ou acidentes são inevitáveis e acabam mudando os planos, e em alguns casos a aplicação da eutanásia em gatos se faz necessária.

Contudo, tomar essa decisão é uma ação difícil e dolorosa para aqueles que amam o animal.

Além disso, ainda existem muitas inverdades acerca da eutanásia para gatos, e isso acaba dificultando o processo de decisão dos tutores.

Se você deseja entender tudo sobre o procedimento, continue a leitura e descubra.

Tudo que você precisa saber sobre eutanásia em gatos

O que é eutanásia em gatos?

Existem doenças e situação que são inevitáveis, e a eutanásia se torna a única opção.

O procedimento consiste em aliviar a dor e sofrimento em que o animal se encontra, pois não há mais alternativas.

Portanto, quando o tutor do felino opta pela realização desta intervenção, se inicia o protocolo para a aplicação de uma injeção intravenosa no pet que levara-lo a óbito.

Como se faz eutanásia em gatos?

O médico-veterinário responsável realiza a aplicação da injeção no gato. E rapidamente ela fará com que o animal durma profundamente e não sinta nada.

Após isso, os profissionais acompanharão os sinais vitais do felino até que o seu coração para de bater.

Gato malhado doente deitado

Quanto custa uma eutanásia gato?

O valor vai depender da região onde a clínica veterinária está localizada, mas a eutanásia em gatos custa, em média, R$ 350,00.

Além disso, depois que o animal vem a óbito, a família pode optar pela cremação, e isso envolverá outros custos.

Quando sei que é a hora?

De acordo com Guia de Boas Práticas do órgão responsável pela regulamentação da eutanásia de gato e outros animais, o Conselho Federal de Medicina Veterinária, a ministração de eutanásia é recomendada para animais que estejam sofrendo com doenças crónicas e irreversíveis, como por exemplo a indicação da eutanásia em gatos com felv.

Além disso, deve-se realizar a aplicação de eutanásia quando o felino adquire raiva, uma doença que pode ser transmitida para os seres humanos e é uma questão de saúde pública.

Gato preto deitado

Quem vai decidir?

A indicação precisa vir exclusivamente do médico-veterinário. No entanto, o procedimento só é realizado com a autorização do tutor.

O que o gato sente na eutanásia?

O procedimento é totalmente indolor e seguro, ou seja, o animal não sente nada porque adormece profundamente.

Além disso, já foram realizadas muitas pesquisas científicas e sua eficácia é totalmente comprovada.

Pois as substâncias presentes na injeção dão o mesmo efeito de uma anestesia profunda que os humanos recebem ao precisar fazer uma cirurgia.

 Tudo que você precisa saber sobre eutanásia em gatos

O que acontece quando o tutor não autoriza o procedimento

Apesar de ser uma recomendação médica a fim de preservar o bem-estar do pet, pois o quadro é irreversível, a decisão final é sempre do tutor.

No entanto, alguns tutores recusam a realização do procedimento pois essa é uma decisão muito delicada. Nesse caso, o felino continua com o tratamento paliativo.


Gato brincando no raspador

Agora que você já sabe as principais informações da eutanásia em gatos. Que tal compartilhar este conteúdo para que mais pessoas saibam tudo sobre o procedimento?

E para saber mais sobre assuntos relacionados à saúde e bem-estar dos animais de estimação, acompanhe o blog da Pet Anjo.

Comente com Facebook