Garantir que o seu gato tome todas as vacinas para gatos é um dos principais cuidados que você precisa ter com o seu felino. Ou seja, assim como os seres humanos, os felinos também necessitam ser vacinados de forma preventiva.

As vacinas para gatos têm como objetivo garantir a imunização dos felinos, de modo que eles não sejam acometidos por doenças graves que possam gerar sérios problemas de saúde. Além disso, muitas enfermidades podem ser transmitidas dos gatos para os seres humanos.

Por isso, continue a leitura e entenda tudo sobre a vacinação felina, e tire todas as suas dúvidas, principalmente em relação a periodicidade de cada vacina para gatos.

A vacina para gatos é muito importante na vida dos felinos

A importância das vacinas para gatos

A vacinação felina tem grande importância pois é responsável por produzir anticorpos no organismo dos gatos. Ou seja, ao criar células de defesas, os gatos ficam imunizados a inúmeras doenças infecciosas.

E, além das questões ligadas à saúde do animal, a vacinação felina também pode prevenir os seres humanos das doenças zoonoses. Essas são doenças infecciosas transmitidas entre animais e pessoas.

O que torna a vacinação ainda mais necessária. Desta forma, é possível garantir que os animais tenham sua saúde equilibrada assim como mais qualidade de vida por muito tempo. Ao mesmo tempo, os seres humanos também ficam protegidos.

Quais são as vacinas que os gatos devem tomar?

Os protocolos de vacinas para gatos são elaborados de forma individual e com base em análises no histórico de saúde e na rotina do felino.

Além disso, é necessário a realização de exames de check-up e os testes para FIV e FELV. Após toda essa análise, os imunizantes essenciais que o gato deve receber são as vacinas: polivalente e antirrábica.

Entenda quais são as vacinas que os gatos devem tomar?

Vacinas para gatos: conheça a polivalente

A polivalente é composta por três versões do mesmo produto, sendo elas: V3, V4 e V5. No entanto, a diferença entre elas está na fórmula, em que os números indicam a quantidade de antígenos que o imunizante possui.

Entenda a seguir todas as variações e particularidades das vacinas polivalentes:

Vacina V3 para Gatos

Também conhecida como vacina tríplice, a Vacina V3 para Gatos pode prevenir as seguintes doenças:

Panleucopenia: doença transmitida por contato com animais doentes ou objetos contaminados, e que pode prejudicar a coordenação motora de gatos filhotes. Alguns dos sintomas são: febre, vômitos, inapetência, prostração e diarreia.

Rinotraqueíte: altamente contagiosa e pode levar filhotes a óbito, alguns sintomas são: espirros, secreções nasais, rinite, salivação, conjuntivite, febre, falta de apetite.

Calicivírus: a doença causa úlceras na cavidade oral do animal, e possui sintomas muito parecidos com a doença Rinotraqueíte.

Vacina V4 para Gatos

De acordo com o médico-veterinário consultor Pet Anjo, Dr. Daniel Svevo: “A vacina quadrupla é utilizada em ambientes de alto risco para clamidiose, animais de abrigos e ambientes confinados.”

Ou seja, a vacina V4 para gatos possui o mesmo alcance da vacina V3, mas também previne a clamídia, que trata-se de uma bactéria muito comum que tem como principal alvo a conjuntiva ocular, sendo responsável por muitos casos de conjuntivite nos felinos.

Vacina V5 para Gatos

A vacina V5 para gatos, ou popularmente conhecida como quíntupla, tem o mesmo alcance de todas as vacinas acima.

“A quíntupla é considerada essencial no primeiro ano de vida do gato, pois protege contra a Felv (leucemia felina). Após esse período, são os fatores de risco ambientais que determinam se será preciso continuar.”, explica o Dr. Daniel Svevo.

Vacinas para gatos

Vacinas para gatos: antirrábica

A vacina contra a raiva, ou antirrábica, é essencial no calendário de vacinação do seu felino. Isso porque o uso do imunizante é muito importante, pois previne a doença da raiva que é considerada grave.

A raiva tem uma taxa de mortalidade de quase 100% e pode contaminar animais e humanos. Portanto, vacinar seu gato contra a raiva também protege todas as pessoas que convivem com o animal. Mas, graças a excelente campanha de vacinação, a doença está praticamente erradicada no Brasil.

No entanto, a única forma de manter essa situação, é controlar e prevenir, e para que isso aconteça é necessário manter os registros de vacinação do felino sempre atualizado. Por isso, a vacina antirrábica é obrigatória no território brasileiro.

Aliás, quando se trata da primeira vacina antirrábica, geralmente é indicada após o gato completar 12 semanas de vida ou após a última dose de polivalente prescrita pelo médico-veterinário.

Vacinas para gatos: antirrábica

Quando começar a vacinação em gatos?

Antes de aplicá-las, é essencial que o tutor respeite a amamentação do felino. Isso se dá devido aos anticorpos passados da mãe para o filhote, eles podem interferir na eficácia da vacina.

Por isso, é indicado que os gatos recebam os imunizantes entre 45/60 dias de vida. Mas, antes de montar o calendário de vacinas do seu gato, consulte um médico-veterinário.

Qual o valor de vacina para gatos?

De modo geral, os gatos necessitam indispensavelmente das vacinas: polivalente e antirrábica. E, os preços podem variar dependendo de onde você mora e do laboratório de fabricação.

O valor pode variar de R$ 30 a 150 reais, lembrando que as vacinas são anuais. Mas, o valor da aplicação é consideravelmente acessível, uma vez que, o custo do tratamento das doenças que ela previne será maior.

Vacina para gatos: quais são as reações

Em geral, não é comum ver reações pós-vacinais em gatos, mas se acontecer, elas tendem a não passar de 24 horas.

As reações após a vacina para gatos podem ser as seguintes: coceira na cabeça e no rosto, dificuldade para respirar, vômitos e falta de coordenação.

De modo geral, esteja sempre atento a linguagem corporal do seu gato. E é importante notificar seu médico-veterinário imediatamente se houver alguma reação ou comportamento diferente ou incomum.

Vacina para gatos: entenda quais são as reações

Agora que você já sabe tudo sobre vacinas para gatos, agende uma visita à clínica veterinária da loja Cobasi mais próxima e planeje o calendário vacinal do seu pet com um profissional de confiança.

Comente com Facebook