A transfusão de sangue em gatos é pouco conhecida, mas muito necessária, uma vez que o procedimento salva vidas.  

Assim como a doação de sangue, a transfusão também é comum entre os seres humanos, mas você sabia que é possível fazer o mesmo em gatos? 

Continue a leitura e descubra como o procedimento é feito, quando é necessário e quais os critérios para doar. 

Gato da raça Scottish Fold deitado no colo da sua tutora

O que é a transfusão de sangue? 

O procedimento consiste na transferência do sangue ou hemocomponentes de um doador para um receptor. 

Isso ocorre quando o organismo do próprio animal não consegue elevar o número de hemácias, o volume de glóbulos vermelhos e o teor de hemoglobina do sangue.  

Contudo, a realização da transfusão deve ser feita por um médico-veterinário, pois se trata de um procedimento que pode salvar vidas. 

E, por isso, se torna cada vez mais necessária as campanhas de doação de sangue para gatos

Pet sendo avaliado por dois médicos-veterinários antes de receber a transfusão de sangue para gato

Quando é indicado transfusão de sangue em gatos? 

transfusão em gatos costuma ser necessária quando há doenças que interferem diretamente na concentração de hemácias no organismo do animal. Em alguns casos específicos, sendo eles: hemorragia aguda ou anemia cônica. 

Além disso existem outros problemas de saúde que podem provocar anemia crônica nos felinos. 

Por isso é comum a realização de transfusão de sangue em gatos com FeLV, ou até mesmo em felinos com quadros graves de doenças renais ou micoplasma. 

Gato malhado doente

Como é feita a transfusão de sangue em felinos? 

O método é realizado através de um cateter que é injetado na veia do braço e durante todo o procedimento o animal fica em observação para a verificação de sua temperatura, pressão arterial e frequências cardíacas e respiratórias. 

E assim como nos seres humanos, a transfusão sanguínea em gatos costuma ser tranquila e indolor, mas pode levar algumas horas. 

Gato doente recebendo transfusão de sangue

Quanto custa uma transfusão de sangue em um gato? 

O valor costuma variar entre R$200 e R$800, e isso vai de acordo com a localização do hospital veterinário. 

Além disso é possível fazer a transfusão de sangue em gatos gratuita, quando o procedimento é realizado em clínicas públicas. 

Requisitos para ser um gato doador de sangue 

Não são todos os felinos que podem doar sangue. Pois existem requisitos necessários e importantes para garantir que o animal receptor esteja recebendo a transfusão de sangue saudável. Confira os principais requisitos.  

Peso mínimo de 6 kg;

 Ter entre 1 e 8 anos de idade;

 Estar livre de pulgas, carrapatos e outros parasitas;

 Estar com o calendário de vacinação em dia, assim como a vermifugação;

 Não conter nenhuma doença ou transfusão prévia;

 Não estar prenha, no caso das gatas fêmeas

 Ter um temperamento dócil e tranquilo para evitar situações de estresse durante o procedimento.

Gato da raça Maine Coon deitado

Transfusão de sangue em gatos é perigoso 

A transfusão em gatos é um procedimento totalmente seguro uma vez que ela é realizada por profissionais com o objetivo de melhorar o quadro em que o pet se encontra. 

No entanto, existem algumas reações a uma transfusão de sangue, e elas podem variar. Entre elas estão: Reação aguda, que é imediata e que ocorre durante a transfusão, e a reação retardada ou tardia, que pode ocorrer depois do procedimento. 

Reação aguda: febre, vômitos, fraqueza, falta de ar e choque seguido de colapso.

Reação tardia: febre, choque e septicemia, causada pela presença de bactérias no sangue transfundido, tosse, vômitos e insuficiência cardíaca.

Dia Nacional do doador de sangue 

A data foi criada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) no ano de 2004, portanto o dia Nacional do doador de sangue é celebrado em 25 de novembro.  

O objetivo é conscientizar as pessoas sobre a importância da doação de sangue, pois uma grande atitude salva muitas vidas.   

Saiba tudo sobre a transfusão de sangue em gatos

Agora que você sabe a enorme importância que essa iniciativa tem na vida dos animais, que tal ir ao médico-veterinário e verificar se o seu gato possui requisitos para se tornar um doador? 

Comente com Facebook