Para aqueles que tem animal de estimação sabem que existe a possibilidade de em algum momento, as tão temidas pulgas surgirem, e quando isso ocorre, o desconforto pode ser duplo, pois acomete tanto o pet quanto o tutor.

Por isso, o desejo de todo tutor é achar uma maneira de como acabar com pulgas de uma vez por todas. Uma vez que esses parasitas se alimentam de sangue e podem saltar até 1 metro de altura, o que gera diversos incômodos.

Se você deseja saber como acabar com pulgas e, além disso, quer manter a casa livre desses parasitas, continue a leitura!

Gatinho se coçando

O que são as pulgas?

As pulgas são os parasitas externos mais comuns em cães e gatos. Portanto, são insetos sem asas que se alimentam de sangue e podem saltar até 1 metro de altura.

Além disso, elas adoram um clima quente e úmido, a temperatura ideal para o parasita é entre e 21 e 26 graus.

Por esse motivo, temos muitos casos durante o verão brasileiro, aliás, existem cerca de 59 espécies diferentes de pulgas no Brasil!

E o seu ciclo de vida está dividido em 4 estágios: ovo, larva, pupa e o animal adulto. Elas podem viver por até 12 meses e durante esse tempo, produzem milhões de descendentes.

Geralmente os ovos costumam ser postos em sofás, tecidos, carpetes ou tapetes, por exemplo. O que torna as pulgas muito inconvenientes dentro de um ambiente.

Ciclo de vida da pulga

Como saber se seu pet está com pulgas?

Normalmente a barriga e base da cauda e a cabeça, são os lugares mais fáceis e comuns de visualizar as pulgas.

No entanto, outros sintomas podem aparecer em cães e gatos. Confira a seguir.

cachorro se coçando

Sintomas de pulgas em cães:

Grande perda de pelo;

• Feridas ou vermelhidão na pele;

• Dermatite alérgica à pulga (DAPP);

• Coceira intensa;

• Inquietação;

• Excesso de lambedura;

• Evidência visível (entre as patas e na barriga);

• Manchas cor de cobre de sujeira;

Em casos mais graves pode haver sérios problemas de saúde como anemia, diarreia, perda de peso, falta de apetite, verminose, cansaço e gengivas pálidas.

Sintomas de pulgas em gatos

• Coceira excessiva;

• Mordiscar ou se lamber excessivamente;

• Grande perda de pelo;

• Inquietação;

• Evidência visível (entre as patas e na barriga);

• Resíduos escuros na pele podem indicar sinais de fezes desse inseto.

Além dos sintomas citados acima, em casos graves o felino pode ter anemia, e consequentemente fraqueza, perda de peso extrema, febre e mucosas amarelas.

Gato com pulga

Como acabar com as pulgas

Se você percebeu algum dos sinais acima e se certificou se que eram os pequenos insetos, confira agora como acabar com pulgas do pet e da casa.

NO PET:

1. Uso de medicamentos:

Use o medicamento específico recomendado pelo médico-veterinário ao seu pet.  É preciso avaliar a saúde do animal, o lugar onde vive, rotina, região do grau de resistência das pulgas, entre outros detalhes.

Lembrando que é indispensável seguir à risca as recomendações do produto, especialmente a dose e frequência de aplicação. E não se deve usar produto de cão em gato e vice e versa.

2. Banhos regulares

Faça a tosa higiênica regularmente em gatos, e em cães é recomendado o banho, ou banho e tosa dependendo da necessidade.

Como acabar com pulgas: banho em cachorro e tosa higiênica em gatos

3. Escovação de pelo semanal

Escove semanalmente os pelos do seu animal de estimação com um pente fino. Pois ele prende as pulgas, sendo assim, se torna mais fácil de retirá-las.

Como acabar com pulgas: Escovação de pelo semanal

4. Prevenção com coleira antipulga

Essa é uma ótima solução de como acabar com pulgas e manter o pet longe desses e outros parasitas.

5. Trate o pet e todos os animais da casa

De nada adianta você tomar os devidos cuidados com um pet, se existe outro animal no ambiente que também pode estar infestado ou contrair as pulgas.

Portanto, mantenha um cronograma de tratamento regular para todos os animais da casa.

Cão e gato junto

Como acabar com pulgas no ambiente 

1. O aspirador será o seu grande aliado

Aspire os cantinhos do rodapé, as frestas do piso (especialmente se for de taco e carpete), os tapetes, estofados, móveis, a varanda, o piso de cimento da garagem, do quintal, enfim, cada cantinho da casa e faça isso no mínimo uma vez por semana.

Ah, não esqueça do cantinho dos pets: a caminha e cobertor. Pois esses são locais super importantes para a eliminação de pulgas. Além disso, lembre-se de trocar o saco do aspirador.

Como acabar com pulgas: aspire a casa

2. Dedetização

Para casos mais graves como carpete, muitos pets, e casas com gramado infestado, pode ser necessário dedetizar mesmo, mas claro, tirando o pet da casa e hospedando-o fora de lá.

3. Lave as coisas do animal

Lave toda a roupa de cama, brinquedos e acessórios do pet pelo menos uma vez por semana.

Cão brincando com pelúcia

4. Uso de produtos no ambiente

Existem muitos tipos de spray antipulgas que podem ser utilizados na casa, mas atenção, é necessário que ele seja recomendado por um médico-veterinário.

Atente-se as instruções no produto para evitar que seu pet possa entrar em contato com ingredientes perigosos quando você estiver tratando sua casa.

5. Cuidados com exterior da casa  

Mantenha o exterior da casa livre de restos orgânicos e folhas velhas. Pois as pulgas adoram se esconder aí!

Cão e gato juntos
Espero que tenha gostado das dicas! Se você quer saber mais sobre como cuidar dos seus pets, nos acompanhe nas redes sociais e em nosso blog!

 

Comente com Facebook