Vou viajar, o que fazer com meu gato?

Vou viajar. O que fazer com meu gato

Vou viajar, o que fazer com meu gato?

Qualquer pessoa que divide seus momentos com um gatinho sabe o quanto eles são importantes em nossas vidas. Por isso queremos sempre dar muuuito carinho e atenção para eles, afinal não é nada menos do que eles merecem.

Porém, algumas vezes por algum motivo, seja ele profissional ou pessoal, não podemos estar presentes e dar a atenção e carinho que eles tanto merecem. Principalmente quando vamos fazer uma viagem ou passar um período fora de casa. E então vem aquela dúvida “O que vou fazer com meu gato?”

Existem basicamente 4 opções que você pode levar em consideração: Hotelzinho, deixá-lo em casa e pedir uma ajuda para um conhecido, levá-lo com você ou um Pet Sitter Profissional.

Vamos mostrar aqui quais são as vantagens e desvantagens de cada uma dessas alternativas.

Hotel

viajar com gatos

Quem já teve um gatinho ou pelo menos conhece um pouco sobre esses bichanos, sabe que eles não gostam de sair de casa, e que se estressam facilmente quando são levados para um ambiente que eles não estejam acostumados. Principalmente se tiverem outros animais que ele não conheça nesse novo ambiente.

Sabendo disso, é pouco provável que deixar seu gato em hotel para pets seja a melhor opção para seu companheiro.

Mesmo sabendo que existem vários tipos de hoteizinhos para pets, inclusive alguns que aceitam apenas gatos, outros que aceitam várias espécies, ou só cães e etc tirar seu gato de casa não é uma boa opção.

Independente de quais espécies o hotel que você esteja pesquisando aceite, sempre lembre-se que tirar seu bichano de sua casa fará com que ele fique mais estressado. E mantê-lo com outros animais desconhecidos aumentará ainda mais esse estresse.

A não ser que seu gato seja super acostumado a passear ou sair de casa com frequência, deixá-lo em um hotelzinho não será a a melhor opção.

Levá-lo com você

o que fazer com gato viagem

Em nosso último post aqui no Blog da Pet Anjo nós falamos sobre Viajar Junto com seu Cachorro. Porém, é importante lembrar que cães e gatos tem características BEM diferentes.

Os cães, em geral, se adaptam com mais facilidade a novos ambientes, e mesmo assim é preciso levar em consideração uma série de pontos que listamos nesse post para você ter certeza de que levar seu peludo para viajar será uma boa escolha.

E quanto aos gatos? Quais pontos são precisos levar em consideração para decidir levá-lo ou não para fazer uma viagem com você?

Assim como falamos anteriormente, é pouquíssimo provável que uma alternativa que tire seu gatinho de casa seja o melhor para ele.

Então, caso seu gatinho não seja SUPER acostumado a passear e conhecer novos lugares, viajar junto com ele pode ser uma má escolha.

Ajuda de conhecido

levar gato para viajar

Agora, se seu gato não estiver habituado a essas novas experiências, sem dúvida nenhuma você deve procurar por um auxílio para que ele não fique sozinho todo esse período que você estiver fora.

É aí que muitos tutores pedem aquela ajudinha para o vizinho, sobrinho ou primo para cuidar do seu peludo enquanto viajam. Afinal, não custa nada um conhecido quebrar esse galho, não é mesmo?

Porém muitas vezes o barato pode sair caro.

É muito provável que a pessoa que for fazer esse “favor” para você não tenha feito um treinamento ou capacitação para cuidar de animais, certo?

Você pode pensar “Ah, mas não é preciso ter nenhum conhecimento específico ou treinamento. É só para dar uma passadinha e ver se meu gatinho está bem…“.

Como dissemos no começo deste post,  todo tutor de um gatinho “quer sempre dar muuuito carinho e atenção para eles, afinal não é nada menos do que eles merecem” não é mesmo?

Então, pedir ajuda de um conhecido para dar uma passada em casa e ver como seu peludo está pode quebrar um galho, mas certamente não é o ideal. Já pensou se acontece de seu gato apresentar algum sinal de desconforto ou de algum estresse ou doença e seu conhecido não identifica? Por isso, o barato pode acabar saindo caro.

Além disso a vantagem financeira provavelmente se converterá em um serviço “meia boca”, uma vez que ele estará fazendo um favor. Ou seja, ele pode muito bem pensar “Não é minha obrigação ir lá cuidar do gatinho, só vou dar uma passada para ver se ele está bem e já está bom demais!“. Não dando a atenção necessária ao seu peludinho, muito menos interagindo com ele.

Pet Sitter Profissional

Pet Sitter Profissional vs Pet Sitter por Hobby

Ao optar por contar com o auxílio de um profissional da área Pet treinado e com a devida certificação para oferecer esses serviços, você não terá nenhuma das preocupações citadas nos pontos anteriores.

Todas as visitas de Pet Sitter feitas pelos nossos Anjos (saiba quem são os Anjos) tem duração de 1 hora e 100% desse tempo é dedicado ao seu peludo. Na visita o Anjo irá:

√ Escovar o pelo do seu peludo

√ Fará brincadeiras que estimulem mentalmente seu gatinho

√ Enriquecimento Ambiental

√ Trocará água e alimentos

√ Limpará e trocará a areia da caixinha

√ Aplicará medicamento caso seja necessário e previamente avisado pelo tutor

√ Terá acesso apenas aos cômodos que o tutor permitir

√ Ajudará com os cuidados básicos de casa, retirar lixo, correio, regar plantinhas, abrir e fechar janelas, etc.

Nos Estados Unidos para uma pessoa oferecer um serviço para animais de estimação, como Dog Walker (passeador) e Pet Sitter (babá de pets) por exemplo, é preciso ter uma certificação de que você fez um curso e passou por uma capacitação. Comprovando que o profissional está apto a oferecer um serviço de qualidade aos peludos.

Infelizmente no Brasil ainda não existe nenhuma norma que exija a capacitação de profissionais para oferecer serviços para pets. Mesmo assim nossa Fundadora, a Dra. Carol Rocha, fez questão de trazer com exclusividade para o Brasil essa Certificação Internacional de Pet Sitter (Pet Sitters International) e de Dog Walker (Dog Tec*).

Isso mesmo, nós somos os ÚNICOS no Brasil certificados internacionalmente para oferecer um serviço de qualidade superior ao seu companheiro!


Temos uma equipe pronta para te ajudar, nos conte mais sobre o seu pet 🐶🐱

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Seu telefone

 Dog Walker (Passeio) Pet Sitter (Visita) Hospedagem familiar

Nos conte mais sobre seu peludo

Comente com Facebook
0 Comments

Leave a Comment